Voa, ver ouvir e acolher

44

Projeto “Voa – Ver, Ouvir e Acolher” é lançado em Hortolândia. Cerimônia de lançamento da campanha reuniu 200 pessoas na Câmara Municipal

A Prefeitura de Hortolândia lançou, nesta quinta-feira (18/05), o Projeto “Voa – Ver, Ouvir e Acolher”, voltado ao acolhimento de mulheres em situação de vulnerabilidade. A cerimônia de lançamento do projeto aconteceu na Câmara Municipal, onde mais de duzentas pessoas compareceram. A atividade integra o calendário em comemoração ao aniversário de 32 da cidade.

O Projeto “Voa – Ver, Ouvir e Acolher” foi idealizado com o objetivo de intensificar a rede de proteção e atendimento às mulheres do município em situações de vulnerabilidade causadas por dificuldades financeiras, familiares, depressão, isolamento social entre outras questões. Atualmente, a Prefeitura de Hortolândia dispõe de uma rede de acolhimento às mulheres por meio da atuação de várias secretarias do governo. Com o lançamento do Projeto, o Departamento de Direitos Humanos, órgão idealizador da campanha vinculado à Secretaria de Governo, pretende reforçar o debate nos espaços públicos, promovendo busca ativa a fim de localizar lideranças de bairros.

O Prefeito de Hortolândia, José Nazareno Zezé Gomes, ressaltou os esforços intersetoriais da gestão municipal para a criação e manutenção de Políticas Públicas voltadas às mulheres. “Diariamente, realizamos ações por meio de todas secretarias como forma de proteger e amparar nossas mulheres. Nossa preocupação maior é em valorizar o ser humano, em humanizar cada vez mais o atendimento à população. A grande marca que um gestor pode deixar é de cuidar bem das pessoas, em todos os setores. Com o lançamento do projeto ‘Voa’, nós vamos intensificar ainda mais o tratamento digno às mulheres, para fazer a diferença na vida delas. Mais do que comemorar 32 anos de aniversário da cidade, estamos comemorando 32 anos de respeito, de consideração pelo ser humano, de luta. Que todos possamos abraçar essa campanha em prol das mulheres”, comentou.

A abertura da cerimônia de lançamento do projeto contou com a apresentação lúdica da terapeuta ocupacional Ângela Rocha, que divertiu o público com a personagem Teolinda. Com alguns exercícios de mímica previamente ensaiados, a terapeuta convidou os presentes a participarem de uma coreografia, em que foram executados gestos em referência aos atos de ver, ouvir e acolher. De mãos dadas, o público pôde refletir sobre temas como solidariedade, compaixão e companheirismo.

A chefe do Setor de Políticas Públicas da Mulheres, ligado ao Departamento de Direitos Humanos da Secretaria de Governo, Jacyra Souza, comenta sobre a idealização do Projeto. “O trabalho foi iniciado em janeiro com visitas a diversas mulheres em situação de vulnerabilidade. Nosso objetivo com o Projeto ‘Voa’ é de encontrar as mulheres. Para isso, realizamos a busca ativa e promoção de rodas de conversa, além de propormos atividades que façam parte do cotidiano dos bairros, das comunidades, dos espaços abertos ao público. Como resultado, esperamos assegurar o empoderamento das mulheres acerca de seus direitos individuais e coletivos”, avalia.

A moradora do Jd. Estrela, Adriana Cristina Vieira, foi uma das muitas mulheres representantes da sociedade civil presentes no evento. “Como mulher, é maravilhoso identificar políticas de apoio às mulheres. Eu já precisei ser atendida pela rede de proteção e fui muito bem acolhida. Acredito que com esse projeto vamos ser cada vez mais amparadas”, revela.

Além da sociedade civil, participaram do lançamento da campanha autoridades do governo, a Comissão da Mulher da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) de Hortolândia, além de representantes de Conselhos e institutos de vários segmentos da sociedade. Esta quinta-feira (18/05) também simboliza o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes, tema que foi amplamente discutido pelo prefeito durante o evento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui